Posts com a Tag ‘segurança alimentar’

Primeiro Fórum Pela Comida Boa e Local

16 de julho de 2015 | Publicado em Ligado na Rede

arca urbana
Karen Demavivas E Thiago Nasser, Idealizadores do evento

No dia 10 de julho, representantes da Rede Jovem Rural estiveram presentes no Primeiro Fórum Pela Comida Boa e Local, realizado pela empreendedora social Karen Demavivas, em parceria com a Arca Urbana e a Junta Local, no Rio de Janeiro. O evento teve o objetivo debater temas como segurança alimentar e novos canais comercialização, além de fomentar a criação de uma comunidade de pequenos produtores e negócios gastronômicos, com foco no fomento da produção e alimentação local.

Chefs, produtores e donos de negócios gastronômicos se reuniram para duas rodas de bate-papo e um brainstorming coletivo, tratando de temas como a busca por comida boa e local, orgânicos e, principalmente, conexões justas e colaborativas com produtores, e os principais desafios na relação com compradores e os desafios de produção, logística e negociação.

No primeiro debate com chefs e donos de estabelecimentos, participaram Bruno Negrão (Comuna), Carolina Figueiredo (Market), Isabella Cunha (Mais Asas), Nathalie Passos (Naturalie Bistrô) e Pedro Siqueira (Puro Restaurante). Já no segundo, com produtores, integraram a mesa Carlos Wagner (Manacá Orgânicos), Fabrício Siqueira (Cogumelos Umami), Fátima Anselmo (Orgânicos da Fátima), Pedro Butelli (Hocus Pocus) e Victor Piranda (Clube Orgânico).

Ao final do encontro, foi realizado uma conversa aberta com o público, a redação das conclusões (a serem publicadas em breve no site da Arca Urbana) e os preparativos para o próximo fórum.

+ Imagem: Folga na Direção

Brasileira ganha concurso de desenho sobre agricultura familiar da FAO

18 de março de 2015 | Publicado em Ligado na Rede

16014371614_ba2d3225a4_z

Cerca de quatro mil crianças de 16 países da América Latina e Caribe participaram do concurso “Alimentar o mundo, cuidar do planeta: Desenhando a Agricultura Familiar”. Destas, apenas cinco estão entre as ganhadoras do concurso, promovido pela FAO em comemoração ao Ano Internacional da Agricultura Familiar 2014.

Entre os premiados está a brasileira Yanca Rodriguez Pereira, aluna da Associação Beneficente Cidade Colômbia, localizada no município de Colômbia, no interior de São Paulo.

Cerca de quatro mil alunos de 300 escolas participaram do concurso. Além da brasileira Yanca, também foram premiados os desenhos de Danna Camila do México, Lucas Javier Armoa do Paraguai, Ariadne Dona Joe Cahuana do Peru e Moriah Huggins de São Vicente e Granadinas.

Os desenhos ganhadores e o que se destacaram pela participação honrosa estão disponíveis nesta galeria e foram selecionados, considerando a capacidade das crianças em representar as contribuições da agricultura familiar para a segurança alimentar e a nutrição.

Os ganhadores vão receber uma placa comemorativa que ficará exposta nas escolas, um diploma oficial da FAO e um café da manhã nutritivo e saudável para toda a comunidade escolar, incluindo professores, colegas, familiares e os demais envolvidos na alimentação escolar. Os prêmios integram o projeto “Fortalecimento dos Programas de Alimentação Escolar e o Programa de Cooperação Internacional Brasil-FAO”.

O concurso foi direcionado a escolas rurais e urbanas de educação básica e fez parte das diversas atividades realizada durante o Ano Internacional da Agricultura Familiar 2014 na região.

+ Com informações da Unidade de Coordenação de Projetos da ONU/FAO na Região Sul do Brasil.

Publicação da ONU destaca PAA e PNAE

1 de dezembro de 2014 | Publicado em Ligado na Rede

paa_pnae

Publicação da ONU mostra como o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) abastecem escolas com alimentos produzidos por pequenos agricultores, fortalecendo a agricultura familiar,reduzindo a pobreza e promovendo o combate à fome.

O Centro de Excelência contra a Fome do Programa Mundial de Alimentos (PMA) e o Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo (IPC-IG), ambos vinculados à Organização das Nações Unidas (ONU), disponibilizou na internet as versões, em português, francês e espanhol, do relatório Demanda Estruturada e Pequenos Agricultores no Brasil.

A publicação analisa o caso de dois projetos brasileiros: o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). O estudo mostra que abastecer escolas com alimentos produzidos por pequenos agricultores é uma maneira eficiente de fortalecer a agricultura familiar e reduzir a pobreza ao promover o combate à fome.

+ Acesse aqui o relatório.

+ Com informações do site do MDS

Agências da ONU lançam plataforma digital contra desperdício de alimentos

28 de outubro de 2014 | Publicado em Ligado na Rede

food security

Uma nova plataforma online, chamada Prática da Comunidade Global em Redução da Perda de Alimentos. O objetivo da iniciativa é melhorar a segurança alimentar e a geração de renda, visto que atualmente o mundo desperdiça comida suficiente para atender 2 bilhões de pessoas. A plataforma é uma iniciativa conjunta da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (Ifad) e Programa Mundial de Alimentos (PMA).

+ Visite o site da plataforma.

A meta da iniciativa é se tornar “ponto de referência global” na troca de informações entre órgãos públicos, sociedade civil e setor privado. Como resultado, o projeto também vai permitir que as partes interessadas tenham acesso a notícias e eventos relevantes, bibliotecas e bancos de dados digitais, redes sociais e cursos online.

Em comunicado à imprensa marcando o lançamento do projeto, a vice-diretora-geral da FAO para Recursos Naturais, Maria Helena Semedo, destacou que com mais de 800 milhões de pessoas no mundo ainda passando fome, economizar comida é de suma importância.

De acordo com estimativas da ONU, cerca de 30% da produção global de comida, o que significa entre 40% e 50% da cultura de raízes, frutas e vegetais; 20% de oleagenosas, carne e laticínios; e 35% de peixes, é perdida ou desperdiçada. Isto representa cerca de 1,3 bilhão de toneladas, ou o suficiente para alimentar 2 bilhões de pessoas.

+ Imagem: DFAT Photo Library
+ Com informações: Notícias e Mídia Rádio ONU.

Semana da Alimentação Carioca

7 de outubro de 2014 | Publicado em Ligado na Rede

consea

Em comemoração ao Dia Mundial da Alimentação, 16 de Outubro, o CONSEA-Rio dedica uma semana inteira de atividades em torno do alimento. Este ano, o tema da Semana da Alimentação Carioca (SAC) será pautado na Agricultura Familiar. Serão diversas atividades em vários pontos da cidade debatendo, pensando e degustando o alimento.

PROGRAMAÇÃO

Dia 13/10 – Atividade na Escola Brigadeiro Schorcht “Cuidar da Terra, Alimentar a Saúde e Cultivar o Futuro”– das 10h às 15 h.
Feira/mostra de produtos agroecológicos.
Roda de Conversa – Participação da Agricultura Familiar no Fornecimento da Alimentação Escolar no Município do Rio de Janeiro cinco anos depois da Lei Federal 11.947/2009.
Endereço: Rua dos Prazeres, 71. Taquara, Jacarepaguá.

Dia 14/ 10 – Abertura – 14h às 17h.
Mesa de Abertura – CONSEA Nacional, CONSEA Estadual, CONSEA –Rio.
Lançamento do vídeo “Sistemas Alimentares Sustentáveis”.
Homenagem “Destaque da Segurança Alimentar 2014”.
Coquetel no Clube dos Servidores, às 16h.
Endereço: Rua Afonso Cavalcanti 455, Auditório – Cidade Nova.

Dia 15/10 – Restaurante Cidadão João Goulart – 9:30 às 15:00.
Avaliação Nutricional e hortas em pequenos espaços.
Endereço: Restaurante Cidadão João Goulart de Bonsucesso – Av. Brasil, 6431.

Dia 16/ 10 – Café na Roça – das 9h às 15h.
Seminário para a discussão da agricultura urbana.
Endereço: Sítio do Edinho, Estrada da Batalha nº 202. Rio da Prata. Campo Grande (próximo ao Largo do Rio da Prata). Transporte gratuito para o local com saída da Cidade Nova e Madureira com vagas limitadas. Inscrições por email: consea-rio@pcrj.rj.gov.br .

Dia 17/10 – Troca de Saberes de Agricultores com a EMBRAPA –
10:00 às 16:30.

Visita de Professores e Estudantes da Baixada de Jacarepaguá à Embrapa Tecnologia de Alimentos. Visita e reunião de Agricultores e Assessores Técnicos da Rede CAU à Embrapa Tecnologia de Alimentos.
Endereço: Av. das Américas, nº 29.501, Guaratiba.

Dia 17 e 18/ 10 – Feira de Laranjeiras – 12h às 17h
Atividades: Panfletagem, exposição de técnicas de compostagem, hortas em pequenos espaços, orientações nutricionais.
Responsáveis: Ação da Cidadania, AFARJ, SMS-VS, Hortas Cariocas, CRN4, Sub IP/ SMDS.
Endereço: Praça do Largo do Machado.

Dia 18/10 – Feira da Freguesia – 8h às 13h.
Atividade: Homenagem aos agricultores familiares pelo alimento.
Endereço: Praça Professora Camisão, Freguesia, Jacarepaguá.

Dia 25/ 10 – Plenária da Ação da Cidadania – 9h às 12h
Debate com Consea Nacional sobre Política de Segurança Alimentar.
Endereço: Av. Barão de Tefé 75, Bairro Saúde, Centro.

+ Participe da página do evento no Facebook e saiba mais sobre as atualizações.

CE e FAO sublinham importância da agricultura familiar

10 de janeiro de 2014 | Publicado em Ligado na Rede

A Comissão Europeia (CE) e a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) destacaram nesta sexta-feira a importância da agricultura familiar não só para a produção de alimentos, mas também como motor de integração social e de preservação do meio ambiente.

“Temos que ver de que maneira a agricultura familiar pode ter um papel no mundo econômico, dar alimentos para o planeta, dar estabilidade política, salvaguardar a biodiversidade e os recursos naturais”, disse o comissário europeu de Agricultura, Dacian Ciolos, em entrevista coletiva ao lado do diretor-geral da FAO, o brasileiro José Graziano da Silva.

A Comissão organiza nesta sexta-feira em Bruxelas uma conferência sobre agricultura familiar como primeira contribuição comunitária em um ano internacional (2014) no qual as Nações Unidas dedicarão esse tema, em uma reunião que teve participantes do todo o mundo.

Silva disse que as “múltiplas facetas” deste estilo de agricultura, essencial desde seu ponto de vista não só no terreno da alimentação, mas também no terreno do meio-ambiente.

O diretor lembrou que no ano internacional da agricultura familiar que foi inaugurado pela FAO na semana passada em Nova York, a organização nomeou os embaixadores especiais que promoverão essa iniciativa.

Ciolos destacou em seu discurso na conferência que a agricultura familiar representa mais de 80% das explorações no mundo, ou seja, cerca de 500 milhões. “O mundo é alimentado por agricultores familiares”, enfatizou.

O comissário disse que há diferentes tipos de agricultura familiar, desde a de subsistência até a orientada ao mercado, baseada em tecnologias modernas, uma diversidade que “é um trunfo”.

“Temos no seio da Política Agrícola Comum (PAC) um enfoque pluridisciplinar quando falamos da agricultura familiar, um enfoque meio ambiental, social. Temos que saber mais sobre o que fornece à sociedade”, comentou sobre um tipo de agricultura que “estrutura” a vida rural.

Nesse contexto, Ciolos indicou que a reforma da PAC recentemente aprovada pela UE “vai na linha de apoiar as explorações familiares, mas não mantê-las de maneira artificial”, mas de “apoiar sua modernização sustentável”.

Ao mesmo tempo, o comissário disse que ao longo do ano internacional da agricultura familiar, a UE está interessada em realizar ações de cooperação com o resto do mundo, com os países mais pobres, entorno a temas como a segurança alimentar, e apontou nesse sentido que deve visitar Senegal e Gana em breve.

Sobre a conferência ministerial que a Organização Mundial do Comércio (OMC) realizará a próxima semana em Bali, tanto Ciolos como Silva confiaram em que se possa fechar um acordo “mínimo”.

“Há grande expectativa que possa ter um acordo mínimo. As grandes expectativas costumam desembocar em um mal acordo, mas melhor um mal acordo que nada. É necessário um acordo em Bali”, destacou o diretor-geral da FAO.

Ciolos pediu que todos os países contribuam para conseguir uns resultados que vão “em favor do interesse geral”, e se mostrou confiante que se possa conseguir um acordo sobre facilitação do comércio.

+ Via Revista Exame
+ Imagem: Guilherme Mattoso

Documentário: Muito Além do Peso [vídeo]

2 de janeiro de 2014 | Publicado em Ligado na Rede

O documentário Muito Além do Peso foi lançado em novembro de 2012, em um contexto de amplo debate sobre a qualidade da alimentação das nossas crianças e os efeitos da comunicação mercadológica de alimentos dirigida a elas. O filme é fruto de uma longa trajetória da Maria Farinha e do Instituto Alana na sensibilização e mobilização da sociedade sobre os problemas decorrentes do consumismo na infância.

+ Disponível também para download em vários formatos.

Você conhece o Mesa Brasil?

28 de novembro de 2013 | Publicado em Ligado na Rede

O Mesa Brasil, capitaneado pelo Sesc, é uma rede nacional de bancos de alimentos contra a fome e o desperdício. Seu objetivo é contribuir para a promoção da cidadania e a melhoria da qualidade de vida de pessoas em situação de pobreza, em uma perspectiva de inclusão social.

O programa tem foco na questão da segurança alimentar e nutricional, e baseia-se em ações educativas e de distribuição de alimentos excedentes ou fora dos padrões de comercialização, mas que ainda podem ser consumidos.

O Mesa Brasil Sesc busca, dessa forma, contribuir para a diminuição do desperdício e redução da condição de insegurança alimentar de crianças, jovens, adultos e idosos. Em ambos os polos desse percurso, as estratégias de mobilização e as ações educativas incentivam a solidariedade e o desenvolvimento comunitário.

+ Saiba mais sobre o Mesa Brasil.

Orgânicos na Alimentação Escolar [download]

19 de março de 2013 | Publicado em Ligado na Rede

Produzida pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) em parceria com o Ministério da Agricultura,
Pecuária e Abastecimento (MAPA) e o Ministério da Educação (MEC), a cartilha Orgânicos na Alimentação Escolar destaca a importância dos orgânicos na alimentação escolar e como a agricultura familiar pode contribuir para hábitos saudáveis entre milhares de estudantes do país.

+ Faça o download da cartilha aqui.

As nossas sementes [vídeo]

1 de fevereiro de 2013 | Publicado em Ligado na Rede

Filmado em onze países, “As Nossas Sementes” (“Our Seeds: Seeds Blong Yumi”) é um documentário de 2008 produzido pela rede Seedsavers. Com uma abordagem muito positiva, “Our Seeds” celebra os guardiães de sementes e de variedades de plantas tradicionais que defendem o importante património da humanidade que é a alimentação diversificada; não descura, no entanto, as enormes ameaças que a globalização e as multinacionais alimentares, das sementes e da agroquímica, representam hoje, mesmo nos locais mais remotos.