Posts com a Tag ‘instituto souza cruz’

Vai começar o VI Intercâmbio da Juventude Rural Brasileira!

16 de junho de 2016 | Publicado em Intercâmbio da Juventude Rural Brasileira

6inter_blog

No dia 2 de julho, terá início a sexta edição do Intercâmbio da Juventude Rural Brasileira! A iniciativa proporcionará a 55 jovens do campo a oportunidade de conhecer diferentes realidades rurais do país. Seis estados e seis organizações não governamentais, que investem em projetos de Educação do Campo, estão envolvidos na ação.

O intercâmbio será dividido em cinco etapas, e segue até 26 de novembro. Nesse período, os participantes terão uma vivência de sete dias em outro meio rural, onde trocarão experiências, aprenderão novas técnicas agrícolas, conhecerão tecnologias alternativas, farão visitas a propriedades de agricultores familiares, entre outras atividades. No retorno para seus estados de origem, poderão adaptar os novos conhecimentos à sua realidade.

O VI Intercâmbio da Juventude Rural é coordenado pelo Instituto Souza Cruz, que, junto com outras cinco organizações, integra a Rede Jovem Rural. Vale lembrar que em 2015, ele foi reconhecido como um estudo de caso pela Comissão Europeia, que capitaneou uma pesquisa internacional sobre os regimes de intercâmbio direcionado a jovens rurais no mundo.

Em cada mês, será realizada uma etapa em um estado diferente, conforme o calendário abaixo:

Etapa 1

Data: 2 a 9 de julho
Instituição receptora: Mepes
Estado: Espírito Santo

Etapa 2

Data: 23 a 30 de julho
Instituição receptora: Serta
Estado: Pernambuco

Etapa 3

Data: 10 a 17 de setembro
Instituição receptora: Ibelga
Estado: Rio de Janeiro

Etapa 4

Data: 15 a 22 de outubro
Instituição receptora: MOC
Estado: Bahia

Etapa 5

Data: 19 a 26 de novembro
Instituição receptora: Arcafar/Sul
Estados: Paraná e Santa Catarina

Instituto Souza Cruz promove o debate “Campo-Cidade: confluências e antagonismos”

22 de junho de 2015 | Publicado em Ligado na Rede

verdomeio

Com o objetivo de discutir a relação entre os meios rural e urbano, a partir de uma nova perspectiva que desmistifica a visão polarizada sobre estes dois espaços, o Instituto Souza Cruz promove, no dia 25 de junho, às 20 horas, o debate Campo-Cidade: confluências e antagonismos, que integra a exposição fotográfica “Ver do Meio”, em cartaz no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo (SP). Mas atenção, os assentos são limitados! O evento faz parte da comemoração dos 15 anos do Instituto Souza Cruz.

+ Participe do evento no Facebook.

Participam do debate Nelson Brissac e Pio Figueiroa, curador e fotógrafo, respectivamente, da exposição “Ver do Meio”; além de Wagner Gomes, diretor executivo da Agência de Desenvolvimento Econômico Local (Adel). O encontro será apresentado por Allan Grabarz, gerente executivo do Instituto Souza Cruz, e mediado por Priscyla Gomes, do Instituto Tomie Ohtake.

A discussão abordará o tema a partir das semelhanças e diferenças entre os espaços rural e urbano, destacando imagens desses dois universos, e levantando a reflexão sobre o papel do meio rural, hoje, e os desdobramentos do crescimento das grandes cidades brasileiras.

“Ver do Meio” reúne fotografias de Arnaldo Pappalardo, Mauro Restiffe e Pio Figueiroa, até 16 de julho no Instituto Tomie Ohtake, em Pinheiros. A exposição, patrocinada pela Souza Cruz, traz um olhar sobre a cidade obtido a partir da imersão em situações experimentadas pelos habitantes no dia a dia.

Encontro da Rede

21 de maio de 2014 | Publicado em Ligado na Rede


Abertura da V Jornada Nacional do Jovem Rural

Entre os dias 21 e 23 de maio, representantes das organizações que compõem a Rede Jovem Rural estarão reunidos no Centro de Formação do Mepes, em Piúma (ES), para elaborar conjuntamente o planejamento estratégico do grupo, que desenvolve iniciativas de cooperação e defesa conjunta da causa da juventude rural brasileira.

O encontro definirá as ações futuras a serem realizadas pela Rede para o alcance de seus objetivos. Os seis representantes são: Laudécio Carneiro da Silva (MOC), Sandro Cipriano Pereira (Serta), Roselei Grassi Bender (Arcafar/Sul), Padre Firmino Costa Martins (Mepes), Allan Grabarz (Instituto Souza Cruz) e Helen Janata (Instituto Souza Cruz).

Novos Rurais no Facebook

21 de maio de 2014 | Publicado em Ligado na Rede

O Instituto Souza Cruz, membro da Rede Jovem Rural, lançou na semana passada a fanpage do Novos Rurais no Facebook. O objetivo é ampliar a divulgação das ações na internet e viabilizar um espaço de intercâmbio entre as organizações que implementam a iniciativa e os jovens que dela participam. Na página, serão divulgadas notícias sobre o programa e seus parceiros, os resultados dos projetos e materiais multimídia, entre outros conteúdos.

+ Visite a fanpage, curta o Novos Rurais e acompanhe as novidades do programa.

Organizações participantes da V Jornada

19 de junho de 2013 | Publicado em Jornada Nacional do Jovem Rural

Confira a lista completa das organizações que participarão da IV Jornada Nacional do Jovem Rural:

Rede Jovem Rural

Arcafar/Sul (RS, SC e PR)
Cedejor (RS, SC e PR)
Instituto Souza Cruz (RJ)
MOC (BA)
Mepes (ES)
Serta (PE)

Organizações participantes

Adel (CE)
– AEFACOT (GO, MS, MT e TO)
AMEFA (MG)
– Arcafar/AM (AM)
Instituto Dom Moacyr – Escola da Floresta (AC)
– ETEC Canguçu (RS)
Funaci (PI)
Ibelga (RJ)
Instituto Formação (MA)
Uniagri (SC)

Apoio

Centro Paranaense de Referência em Agroecologia
– Delegacia Federal do MDA no Estado do Paraná
Prefeitura Municipal de Bocaiúva do Sul

Começam os trabalhos para a V Jornada

6 de março de 2013 | Publicado em Jornada Nacional do Jovem Rural

Em fase inicial, as equipes do Instituto Souza Cruz e Cedejor, duas das organizações que formam a Rede Jovem Rural, estiveram reunidas na semana passada, no Rio de Janeiro, para discutir algumas definições sobre a realização da V Jornada Nacional do Jovem Rural. Em breve divulgaremos mais informações sobre o evento que neste ano promete!

+ Curta a Rede Jovem Rural no Facebook e fique por dentro de todas as novidades sobre a V Jornada!

Novos Rurais na TV [vídeo]

27 de fevereiro de 2013 | Publicado em Ligado na Rede

O programa Novos Rurais, do Instituto Souza Cruz, foi tema de uma matéria do canal Band, através da sua filial Rio Interior. A reportagem foi realizada no município de Nova Friburgo, onde o Instituto desenvolve o programa em parceria com o Ibelga e o programa Rio Rural, do governo do estado do Rio de Janeiro.

Novos Rurais é um programa de formação de jovens, complementar à educação formal, com foco na criação de estratégias de diversificação capazes de agregar valor aos produtos e serviços da agricultura familiar. Saiba mais sobre o programa.

Organizações participantes do IV Intercâmbio

28 de junho de 2012 | Publicado em Intercâmbio da Juventude Rural Brasileira

Confira a lista das organizações que participarão do IV Intercâmbio da Juventude Rural Brasileira:

Rede Jovem Rural

– Associação Regional das Casas Familiares Rurais do Sul do Brasil (Arcarfar/Sul)
– Centro de Desenvolvimento do Jovem Rural (Cedejor)
Instituto Souza Cruz
– Movimento de Educação Promocional do Espírito Santo (MEPES)
– Movimento de Organização Comunitária (MOC)
– Serviço de Tecnologia Alternativa (SERTA)

Organizações Participantes

– Agência de Desenvolvimento Econômico Local (ADEL)
– Associação das Escolas Famílias Agrícolas do Centro-Oeste e Tocantins (AEFACOT)
– Associação Mineira das Escolas Famílias Agrícolas (AMEFA)
– Instituto Bélgica Nova Friburgo (IBELGA)

+ Saiba mais sobre o IV Intercâmbio da Juventude Rural Brasileira

Instituto Souza Cruz lança o programa Novos Rurais

15 de maio de 2012 | Publicado em Ligado na Rede

Fomentar estratégias de diversificação produtiva e comercial entre jovens que vivem no meio rural é o principal objetivo do programa Novos Rurais, que será lançado pelo Instituto Souza Cruz em maio.

Aplicado em parceria com entidades de educação formal e contextualizada ao rural, como Casas Familiares Rurais, Escolas Famílias Agrícolas, entre outras, o programa oferece novas habilidades e competências aos egressos dessas instituições de ensino, transformando-os em agentes capazes de agregar valor aos produtos e serviços da agricultura familiar.

Após o processo seletivo, os aprovados são remunerados com uma bolsa de extensão durante todo o programa, e recebem também um netbook como ferramenta de gestão de projetos rurais sustentáveis.

Aptos para articular diferentes atores e identificar oportunidades de desenvolvimento, os agentes passam a exercer liderança com visão de futuro, permanecendo no campo e produzindo sua prosperidade. O programa é gerido pelo Instituto Souza Cruz, responsável pela formatação da metodologia, elaboração dos materiais de formação, sistematização de informações e estabelecimento de indicadores de avaliação.

Parcerias
O programa Novos Rurais é implantado nos três estados do Sul em parceria com a Arcafar/Sul. No Rio de Janeiro, a formação é aplicada no Ibelga, em parceria com o Programa Rio Rural, da Secretaria de Estado de Agricultura e Pecuária. Este ano, serão beneficiados, indiretamente, cerca de 450 jovens rurais.

Jovens do PEJR realizam visita de estudo no Paraná

9 de março de 2012 | Publicado em Ligado na Rede

Os jovens da Turma 7 do PEJR, do Instituto Souza Cruz, em parceria com o Cedejor no território Centro-Sul do Paraná, participaram no dia 16 de fevereiro a primeira visita de estudos da formação. O objetivo da atividade é ampliar as experiências dos jovens, proporcionando-lhes conhecimentos de outras realidades e novas práticas, favorecendo o diálogo e o confronto de saberes sobre os diversos temas do programa.

A primeira parte da visita foi realizada no município de Teixeira Soares, na propriedade de Everton dos Anjos, Agente de Desenvolvimento Rural (ADR) formado na Turma 2. Os jovens tiveram a oportunidade de conhecer o projeto de cunicultura (criação de coelhos de corte), gerenciado por Everton desde a formação no PEJR.

O ADR também falou sobre a parceria com outros jovens para a criação de coelhos e apresentou o Clube da Troca, que tem como objetivo melhorar a genética dos animais.

Na sequência, os jovens visitaram a unidade familiar de Taline Alessi, ADR formada na Turma 6, no município de Imbituva. Na propriedade, Taline desenvolve uma atividade não-agrícola, trabalhando com artesanato em EVA.

A visita de estudos é uma atividade organizada a partir dos temas do plano de estudos do programa, estando também relacionada aos projetos que os jovens poderão desenvolver. A atividade é um momento para observar, coletar dados, levantar alternativas, analisar situações, entre outros.

A partir de uma preparação prévia, na qual os jovens e educadores elaboram as questões e organizam os procedimentos gerais, a realização da visita ocorre com os jovens apresentando seus questionamentos, fazendo observações, registros e análises que, por ocasião do retorno ao Centro de Formação, subsidiarão a socialização das experiências e, consequentemente, as atividades das próximas sequências de alternância.

Nesse caso, os jovens fizeram um paradoxo entre as visitas realizadas, observando e registrando os riscos assumidos e inovação no empreendimento e também, envolvimento da comunidade e articulação com a sociedade. A utilização deste instrumento pedagógico favorece, ainda, a melhoria de expressão verbal dos jovens e do registro personalizado de suas descobertas, a aquisição de noções novas de linguagens especializadas, entre outros.

* Post feito pelo Coletivo Comunicação da Turma 7: Sandro Sidnei Topolniak, Luciano Pereira, Suelen Cristina Rosa e Marília Gabriela Cawa. Colaboração: Cristiane Tabarro, coordenadora do Cedejor Centro-Sul do Paraná.