Posts com a Tag ‘aefacot’

A Melhor Jornada de Todas – Parte 4

22 de dezembro de 2015 | Publicado em Jornada Nacional do Jovem Rural

No quarto vídeo da série A Melhor Jornada de Todas, produzido pela Indi.us, apresentamos a história Marisa Faleiro, de Orizona (GO). Neste emocionante depoimento, Marisa nos conta sobre os desafios de quem vive no meio rural e destaca a importância da Educação do Campo em sua formação pessoal e profissional. Confira!

A VI Jornada Nacional do Jovem Rural teve produção da Baluarte Cultura e patrocínio do Governo do Rio de Janeiro, da Secretaria de Estado de Cultura, da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro e da Souza Cruz.

Veja também:

A Melhor Jornada de Todas – Parte 3
A Melhor Jornada de Todas – Parte 2
A Melhor Jornada de Todas – Parte 1

IV Intercâmbio: Adriane dá o seu alô

10 de outubro de 2012 | Publicado em Intercâmbio da Juventude Rural Brasileira

Confira o vídeo da jovem Adriane, da Efaori-AEFACOT, durante a terceira etapa do IV Intercâmbio, no Paraná.

Organizações participantes do IV Intercâmbio

28 de junho de 2012 | Publicado em Intercâmbio da Juventude Rural Brasileira

Confira a lista das organizações que participarão do IV Intercâmbio da Juventude Rural Brasileira:

Rede Jovem Rural

– Associação Regional das Casas Familiares Rurais do Sul do Brasil (Arcarfar/Sul)
– Centro de Desenvolvimento do Jovem Rural (Cedejor)
Instituto Souza Cruz
– Movimento de Educação Promocional do Espírito Santo (MEPES)
– Movimento de Organização Comunitária (MOC)
– Serviço de Tecnologia Alternativa (SERTA)

Organizações Participantes

– Agência de Desenvolvimento Econômico Local (ADEL)
– Associação das Escolas Famílias Agrícolas do Centro-Oeste e Tocantins (AEFACOT)
– Associação Mineira das Escolas Famílias Agrícolas (AMEFA)
– Instituto Bélgica Nova Friburgo (IBELGA)

+ Saiba mais sobre o IV Intercâmbio da Juventude Rural Brasileira

Sustentabilidade na Serra Dourada [Conexões Rurais]

13 de março de 2012 | Publicado em Intercâmbio da Juventude Rural Brasileira

O assentamento Serra Dourada (GO), tem José Osmar Marques, ex-diretor da Efago (associada à AEFACOT) como o primeiro assentado, em 2000. Com apoio da Diocese local e da CPT, Osmar construiu sua casa e montou a primeira estufa para a produção de hortaliças. Com os recursos do INCRA, e também do Pronera, outras estufas foram construídas por outros assentados.

O investimento no projeto mais recente foi de aproximadamente R$ 40 mil, divididos entre custeio da lavoura, assistência técnica, ferramentas, aquisição de animais e construção da residência.

A comercialização dos alimentos é realizada na cidade de Goiás Velho, que possui estradas acessíveis e permite melhor distribuição. Além disso, 30% da produção são destinados para programas governamentais através da Cooperativa de Pequenos Agricultores Familiares e Região (COOPAR).

A primeira parcela do assentamento já alcançou a produção de 3 mil pés de alface por semana, gerando trabalho e renda para quatro famílias de agricultores. Atualmente, a cooperativa busca a diversificação investindo na produção de polpas de frutas. Fora isso, também são comercializados alface, couve, rúcula, agrião, mostarda, brócolis e
frutas como a mexerica e o maracujá.

“Conheci o trabalho da AEFACOT em agosto de 2008, tendo contato com diversos projetos de educação que estão ajudando a fortalecer a agricultura familiar. Foi, certamente, uma das visitas que mais me marcou”.

Marcos Marques é professor de Sociologia da Educação do Instituto de Educação de Angra dos Reis (IEAR/UFF)

+ Quer saber mais sobre esta boa prática? Faça o download da revista Conexões Rurais!

Palavra de Jovem Rural – Itamar Lopes

1 de dezembro de 2010 | Publicado em Intercâmbio da Juventude Rural Brasileira


ITAMAR ALEXANDRE LOPES*
Município: Querência/MT
Instituição: AEFACOT

“Estou impressionado com tudo o que estou vendo no Intercâmbio. A realidade do Cariri é completamente diferente da minha região. No Mato Grosso, o solo é ainda mais plano e há a predominância da vegetação amazônica e cerrado. Aqui, a água é bastante escassa e os rios perenes são inacreditáveis, nunca tinha visto um leito seco na vida. O povo paraibano tem que lutar mesmo para sobreviver e, ao contrário do que mostra a mídia, o Nordeste não é só miséria!”.

* Itamar estuda na EFAMQUE – representando a AEFACOT – e está participando da décima etapa do III Intercâmbio da Juventude Rural Brasileira, no PAER.

Palavra de Jovem Rural – Luis de Paula

15 de setembro de 2010 | Publicado em Intercâmbio da Juventude Rural Brasileira

LUIS HORÁCIO DE PAULA*
Município:
Instituição: AEFACOT/GO

“Vim com uma visão totalmente diferente da Bahia, achava que só tinha pobreza e seca. O Intercâmbio me proporcionou uma nova visão do semiárido. Durante esses dias, conheci um povo trabalhador, que luta e é bastante unido. Aprendi muito com os projetos visitados e com as experiências dos jovens, sem falar nos novos amigos que fiz, de outros estados. Ganhei novos irmãos intercambistas e muitos amigos na Bahia! Eu vim com a mala cheia e vou voltar com uma bagagem ainda maior!”.

Notaram alguma semelhança?

* Luis é representante da AEFACOT e está participando da quarta etapa do III Intercâmbio da Juventude Rural, no MOC.

Palavra de Jovem Rural – Francisca de Souza Lima

10 de agosto de 2010 | Publicado em Intercâmbio da Juventude Rural Brasileira

FRANCISCA DE SOUZA LIMA*
Município: Rio Branco/AC
Instituição: Escola da Floresta

“Fiquei muito ansiosa até a chegada do Intercâmbio! Eu quero aprender novas técnicas de plantio e adquirir conhecimentos sobre a área produtiva e suas formas de adubação em relação a terra degradada. Também quero saber como os agricultores de Goiás cuidam do plantio deles”.

* Francisca, representante da Escola da Floresta, está participando da terceira etapa do III Intercâmbio da Juventude Rural Brasileira, na AEFACOT (GO).

Palavra de Jovem Rural – Santileude da Silva

7 de agosto de 2010 | Publicado em Intercâmbio da Juventude Rural Brasileira

SANTILEUDE SOUZA DA SILVA*
Município: Bujari/AC
Instituição: Escola da Floresta

“No Intercâmbio, a minha expectativa é ter o conhecimento de como os produtores familiares trabalham no Centro-Oeste, para compararmos as diferenças e obter novos aprendizados. Dessa forma, poderei repassar o que estou aprendendo para outras pessoas da minha região”.

* Santileude, representante da Escola da Floresta, está participando da terceira etapa do III Intercâmbio da Juventude Rural Brasileira, na AEFACOT (GO).

O que é a AEFACOT?

4 de agosto de 2010 | Publicado em Intercâmbio da Juventude Rural Brasileira

A Associação das Escolas Famílias Agrícolas do Centro-Oeste e Tocantins (AEFACOT) surgiu em 2002 e reúne 11 Escolas Famílias Agrícolas (EFAs) de vários municípios dos estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Tocantins. A organização busca garantir uma identidade através da expansão da Pedagogia da Alternância, bem como do desenvolvimento rural sustentável. Estabeleceu-se, desde então, um processo de troca de experiências e articulação entre as EFAs, constituídas de jovens do meio rural, em geral filhos de agricultores familiares.

O foco das ações da AEFACOT está na preservação do meio ambiente e na busca pelo desenvolvimento rural sustentável, integrando a família e a escola, através da Pedagogia da Alternância.

As EFAs realizam o ensino formal (Fundamental e Médio), integrado com a educação profissional. A permanente interação entre realidade dos jovens e os centros educativos é possível através do regime de alternância que integra teoria e prática, meio sócio-profissional e meio escolar, família e escola.

A AEFACOT é uma das onze instituições que participam do III Intercâmbio da Juventude Rural Brasileira.

Saiba quem vai para a 3ª Etapa

3 de agosto de 2010 | Publicado em Intercâmbio da Juventude Rural Brasileira

Jovens da AEFACOT recebem intercambistas do II Intercâmbio, em 2008

Teve início no dia primeiro de agosto a terceira etapa do III Intercâmbio! Até o dia 12 do mesmo mês, 11 jovens rurais seguirão para a AEFACOT. Confira a lista dos participantes selecionados:

– Daniela Santos da Assunção (DIS Baixo Sul)
– Necildo Silva dos Santos (DIS Baixo Sul)
– Francieli Bett (Cedejor)
– Maria Silva da Costa (Escola da Floresta)
– Santileude Souza da Silva (Escola da Floresta)
– Francisca de Souza Lima (Escola da Floresta)
– Ricardo Garcia Lima (Mepes)
– Silvana Fermino de Lima (Mepes)
– Woshington Araújo Andrade (PAER)
– Missilene Ferreira da Silva (Serta)
– Joana Vieira Lino (Serta)